Início > Defesa > Governo Trump estuda mudar regras sobre vendas de armas para outros países, diz revista

Governo Trump estuda mudar regras sobre vendas de armas para outros países, diz revista


Um piloto de F-35 se prepara para decolar da Base da Guarda Nacional Aérea de Vermont, com a bandeira dos Estados Unidos, em um evento de homenagem aos trabalhadores essenciais em meio ao coronavírus, em South Burlington, estado de Vermont, EUA, 22 de maio de 2020

© REUTERS / Força Aérea dos EUA

O governo de Donald Trump discute internamente a possibilidade de encerrar um procedimento de quase 40 anos de notificar o Congresso sobre todas as principais vendas de armas dos EUA a outros países.

A pauta entrou em discussão por conta da frustração de membros do gabinete de Trump com atrasos e dificuldades impostas ao comércio de armas pelo Congresso. Vendas de grande porte para a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos que foram barradas pelo Congresso são um dos pontos centrais da discussão, de acordo com a revista Foreign Policy.

Membros da Câmara dos Deputados e do Senado tentaram impedir essas vendas, expressando preocupação com questões de direitos humanos e o assassinato de civis em ações da coalizão liderada pela Arábia Saudita em sua guerra contra rebeldes apoiados pelo Irã no Iêmen, informou a publicação.

Sob as novas regras que estão sendo discutidas, o governo ainda enviaria notificações formais ao Congresso para revisão, dando aos legisladores a chance de bloquear as vendas em um período de 30 dias ao aprovar uma resolução conjunta contrária ao acordo comercial. Para aliados próximos dos EUA, incluindo membros da OTAN, Israel, Japão e Austrália, o período seria de apenas 15 dias.

O período mais longo para barrar possíveis vendas que está em vigor hoje permite que os legisladores e suas equipes do Congresso e os Departamentos de Estado e Defesa discutam e resolvam suas preocupações e posições divergentes.

Em maio de 2019, Trump declarou emergência nacional para contornar o Congresso depois que parlamentares de ambos os partidos bloquearam uma venda de armas de US$ 8 bilhões para a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos.

No mês passado, um funcionário do Departamento de Estado que estava investigando se o acordo foi aprovado de forma inadequada foi demitido por Trump a pedido do secretário de Estado Mike Pompeo.


Fonte: © Sputnik

Publicidade

Sobre Geek News

Geek News é uma agência Brasileira que lhe apresenta as principais e mais recentes notícias, notícias urgentes, temas políticos, econômicos e sociais da atualidade.

Veja Também

Um míssil nuclear ICBM Titan II desativado é visto em um silo no Missile Museum Titan (imagem referencial)

Comitê do Senado dos EUA aprova US$ 10 milhões para prontidão de testes nucleares, afirma site

© AFP 2020 / BRENDAN SMIALOWSKI O Comitê de Serviços Armados do Senado dos EUA …

A sign at the new Lockheed Martin Manufacturing Centre of Excellence is seen at the company

Lockheed Martin ganha contrato de US$ 1 bilhão para fabricar radares para aliados dos EUA

© REUTERS / Peter Nicholls/File Photo A Lockheed Martin ganhou um contrato do Exército norte-americano …

Míssil hipersônico

Míssil cai de avião da Força Aérea dos EUA e é destruído durante teste hipersônico

© Sputnik / Ildus Gilyazutdinov A arma, que conta com um sistema de propulsão scramjet, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.