Início > brasil > PM dispersa ato contra Bolsonaro em SP com bombas de efeito moral

PM dispersa ato contra Bolsonaro em SP com bombas de efeito moral


PM com manifestante de ato contra o racismo em São Paulo. Foto de 7 de junho de 2020.

© REUTERS / Amanda Perobelli

A Polícia Militar dispersou o ato contra o racismo e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) neste domingo (7) no bairro de Pinheiros, em São Paulo, com bombas de efeito moral.

Boa parte dos manifestantes já havia deixado as ruas e o ataque da PM aconteceu ao mesmo tempo que o ouvidor das polícias, Eliseu Lopes, fazia um acordo sobre o trajeto da manifestação, segundo o jornal Folha de S. Paulo.

Ainda de acordo com a publicação, as bombas foram atiradas contra manifestantes na Rua dos Pinheiros e ninguém ficou ferido. Pelas janelas, a população do bairro jogou ovos e pedras nos policiais.

A Justiça decretou que atos a favor e contra o presidente da República não poderiam acontecer no mesmo local e horário, o que levou os manifestantes contrários a Bolsonaro ao bairro da Zona Oeste de São Paulo. 

A manifestação deste domingo na capital paulista teve maior concentração no Largo da Batata. Brasília e Rio de Janeiro também tiveram atos contra Bolsonaro


Fonte: © Sputnik

Publicidade

Sobre Geek News

Geek News é uma agência Brasileira que lhe apresenta as principais e mais recentes notícias, notícias urgentes, temas políticos, econômicos e sociais da atualidade.

Veja Também

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), durante sessão da Corte.

Celso de Mello prorroga inquérito sobre suposta interferência de Bolsonaro na PF

© Folhapress / Pedro Ladeira Nesta quarta-feira (1º), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), …

Jair Bolsonaro coloca uma máscara durante coletiva no Palácio do Planalto

Justiça derruba decisão que determinou uso de máscara por Bolsonaro

© AP Photo / Andre Borges A desembargadora Danielle Maranhão Costa, do Tribunal Regional Federal …

Casal passeia na Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte, Minas Gerais.

Abrir não é para ‘passear’, diz prefeito de BH após recuo na flexibilização da quarentena

© Folhapress / Doug Patrício /Fotoarena O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (28), falou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.