Início > brasil > SP, RJ e MG têm manifestações contra Bolsonaro e a favor da democracia (VÍDEOS, FOTOS)

SP, RJ e MG têm manifestações contra Bolsonaro e a favor da democracia (VÍDEOS, FOTOS)


Pedestre utilizando máscara na região da Avenida Paulista do Metrô em São Paulo (SP), nesta terça-feira (17), como prevenção ao Coronavírus.

© Folhapress / Guilherme Gandolfi/Futura Press

Neste domingo (31), pelos menos três capitais brasileiras registraram atos a favor da democracia e contra o governo do presidente brasileiro Jair Bolsonaro.

Em São Paulo, centenas de manifestantes participaram do ato na Avenida Paulista. A manifestação foi convocada por torcidas antifascistas de futebol e liderada pela Gaviões da Fiel, do Corinthians. 

​Ao final da manifestação, houve cenas de violência e confronto com repressão policial. Pelo menos três pessoas foram detidas.

Um grupo de manifestantes a favor do presidente Jair Bolsonaro também esteve presente na região e foi isolado pela polícia militar.

​​No Rio de Janeiro, uma torcida organizada do Flamengo também efetuou um ato pela democracia no bairro de Copacabana.

​Em Belo Horizonte, Minas Gerais, manifestantes também foram às ruas convocados por torcidas organizadas.

Manifestação no Rio de Janeiro pede fim da violência policial

Uma manifestação está marcada para acontecer na tarde deste domingo (31) em frente à sede do governo estadual do Rio de Janeiro contra a crescente violência policial no estado. Os manifestantes se organizaram para levar em conta medidas de distanciamento social e uso de máscaras.

Em abril, mesmo durante a quarentena devido à pandemia da COVID-19, houve recorde das chamadas “mortes por intervenção de agente do Estado”, as mortes de civis causadas pela polícia.

Neilton Pinto chora durante o funeral de seu filho, João Pedro Pinto, de 14 anos. De acordo com testemunhas, o adolescente foi baleado durante operação policial contra traficantes em São Gonçalo, no Rio de Janeiro.
© REUTERS / Ricardo Moraes
Neilton Pinto chora durante o funeral de seu filho, João Pedro Pinto, de 14 anos. De acordo com testemunhas, o adolescente foi baleado durante operação policial contra traficantes em São Gonçalo, no Rio de Janeiro.

Ao longo do mês de abril, o primeiro mês completo sob quarentena, foram 177 mortes causadas pela polícia no estado, segundo os dados do Instituto de Segurança Pública de Rio de Janeiro. Com o resultado, esse foi o mês de abril com mais mortes desde o início da série histórica, em 2003.

O mês de abril de 2020 também foi o segundo com mais mortes causadas pela polícia no história do Rio de Janeiro, atrás apenas de julho de 2019, quando foram mortas 195 pessoas pela polícia.




Fonte: © Sputnik

Publicidade

Sobre Geek News

Geek News é uma agência Brasileira que lhe apresenta as principais e mais recentes notícias, notícias urgentes, temas políticos, econômicos e sociais da atualidade.

Veja Também

Maracanã

Prefeitura autoriza jogos com público no Rio de Janeiro a partir de 10 de julho

© AFP 2020 / TASSO MARCELO A Prefeitura do Rio de Janeiro liberou o retorno …

Ministro do STF Luiz Fux

Em votação antecipada, Fux é eleito presidente do STF e assume em setembro

©Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Em votação antecipada, o ministro Luiz Fux foi eleito novo presidente …

Plenário do Senado Federal, em Brasília (arquivo)

Senado aprova adiamento de eleições municipais brasileiras para novembro

© Folhapress / Pedro Ladeira A maioria dos senadores aprovou nesta terça-feira (23) o adiamento …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.