Início > brasil > STJ decide rejeitar federalização do caso Marielle e Anderson

STJ decide rejeitar federalização do caso Marielle e Anderson


Protesto Quem Mandou Matar Marielle? no Rio de Janeiro, com presença de políticos e familiares da vereadora (arquivo)

© Folhapress / Daniel Resende / Futura Press

A Terceira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) optou não federalizar a investigação que apura quem foi o mandante do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, ocorrido no Rio de Janeiro, em março de 2018.

Com a determinação desta quarta-feira (27), o caso permanecerá sob a responsabilidade das autoridades fluminenses, não passando, portanto, para a Polícia Federal e a Justiça Federal, como defendiam os advogados dos supostos executores, o policial militar reformado Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz, atualmente presos. 

​O pedido para mudar a jurisdição do caso foi feito em setembro passado pela então procuradora-geral da República Raquel Dodge, que reclamou da “inércia” dos investigadores da Delegacia de Homicídios do Rio para apurar os fatos.

Contrária à federalização, a família de Marielle lutou ativamente pela manutenção das investigações na esfera estadual. Entre os motivos alegados para tal estariam a possibilidade de uma demora ainda maior para a elucidação do crime e o receio de uma interferência do presidente Jair Bolsonaro nos trabalhos da PF, como denunciado pelo ex-ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública). 

Na votação desta quarta-feira (27), em Brasília, todos os oito ministros presentes se posicionaram contra a federalização, por entenderem não haver motivos suficientes para a Polícia Federal e a Justiça Federal assumirem a investigação que apura quem mandou matar Marielle Franco e Anderson Gomes.




Fonte: © Sputnik

Publicidade

Sobre Geek News

Geek News é uma agência Brasileira que lhe apresenta as principais e mais recentes notícias, notícias urgentes, temas políticos, econômicos e sociais da atualidade.

Veja Também

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), durante sessão da Corte.

Celso de Mello prorroga inquérito sobre suposta interferência de Bolsonaro na PF

© Folhapress / Pedro Ladeira Nesta quarta-feira (1º), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), …

Jair Bolsonaro coloca uma máscara durante coletiva no Palácio do Planalto

Justiça derruba decisão que determinou uso de máscara por Bolsonaro

© AP Photo / Andre Borges A desembargadora Danielle Maranhão Costa, do Tribunal Regional Federal …

Casal passeia na Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte, Minas Gerais.

Abrir não é para ‘passear’, diz prefeito de BH após recuo na flexibilização da quarentena

© Folhapress / Doug Patrício /Fotoarena O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (28), falou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.